Pés bem cuidados é sinal de Higiene.

 
 Ah os pés - Muita gente só repara neles quando o calo aperta, uma ferida aparece, a unha encrava ou o 'chulé' começa a incomodar. Mas Não deveria. Confira, passo a passo, como cuidar de quem nos garante postura, equilíbrio e locomoção:

 Resultado: os problemas decorrentes da falta de cuidados com higiene são os que mais levam os pacientes aos consultórios, alerta a dermatologista Márcia Naomi Yoshioka, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). "Cerca de 90% dos casos ficam por conta de micoses, seguidos pela calosidade e pela verruga plantar, mais conhecida como "olho de peixe", revela a especialista. A maioria desses transtornos é causada por falta de cuidados básicos: usar objetos (alicates, tesouras, lixas) infectados, deixar os pés úmidos, usar sapatos inadequados, andar descalço ao redor de piscinas e na areia da praia.
  


O caminho que levará você a pisar nas nuvens
1º PASSO: limpar e secar
Isso significa esfregá-los com esponja, água e sabão, com uma atenção especial à parte entre os dedos e cantos das unhas. E, para completar o ritual de limpeza, depois do banho, secar bem os pés com uma toalha. Uma boa dica para garantir a secagem e afastar os fungos causadores das frieiras é passar papel higiênico entre os dedos. Para evitar micoses e o incômodo mau cheiro, também é recomendado o uso uniforme de talco (de preferência os de polvilho). Aqueles que costumam suar muito nos pés devem dar preferência aos sprays antitranspirantes.
2º PASSO: hidratar
Após a correta higienização, o uso de cremes hidratantes (principalmente aqueles à base de uréia) deixa a pele dos pés mais macia e evita rachaduras - especialmente nas estações mais frias e secas. Entretanto, fique atento ao excesso de hidratante entre os dedos e nos cantinhos das unhas, pois isso serve de porta de entrada para os fungos.
  

0 comentários:

Postar um comentário